Ponto de ordem à mesa

Por estes dias, toda a gente se entretém a denunciar a irresponsabilidade de Paulo Portas. Peço desculpa, mas o primeiro a não assumir a sua própria política foi Vítor Gaspar, abandonando o barco antes da reforma dos 4 mil e 700 milhões. Achou que não tinha condições? Muito bem. Foi-se embora. Mas porque haveria Paulo Portas de achar que tinha condições para ficar num governo em que Maria Luís Albuquerque é o ministro das Finanças? Aliás quem, no seu perfeito juízo, quereria ficar num governo em que o ministro das Finanças é Maria Luís Albuquerque?

Advertisements


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s