As crianças

A evocação das “crianças” para defender ou atacar a greve dos professores aos exames é mera demagogia. Os professores não quiseram saber das “crianças” quando maracaram a data da greve; o ministério não quis saber das “crianças” quando não aceitou nova data de greve, sob pretexto de que “não pode aceitar que sejam os sindicatos a decidir as datas de exames”. Então não eram as “crianças” o mais importante? Pelos visto saber se os sindicatos “decidem” é ainda mais. Quanto às “crianças”propriamente ditas, se bem as conheço, estão-se a cagar para os exames. Querem é despachar a coisa para ir de férias rapidamente.

Advertisements


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s