Extensão do domínio da luta

Com os políticos incapazes de formular ideias e articular um projecto que sirva tanto para o combate como para a governação, a política portuguesa resume-se cada vez mais a uma sucessão de escandaleiras geralmente inconsequentes. Portas sobreviveu ao “escândalo Moderna”, Ferro Rodrigues ao “escândalo pedofilia” (mas não a Jorge Sampaio), Sócrates ao “escândalo Freeport”, assim como Passos provavelmente sobreviverá ao “escândalo Tecnoforma”. A novidade deste último caso é a extensão do domínio da luta à escala europeia. Depois queixam-se da “judicialização da política”, ou da “politização da Justiça”. Tudo coisas que querem dizer tanto quanto a “judilização da postiça”.

Advertisements


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s