Vítor Draghi

Os governadores de bancos centrais de antes da crise parecem-se muito com os famosos macaquinhos japoneses: não vêem, não ouvem, não falam. O nosso Vítor não viu nem ouviu o BPN e o BPP, ou se viu não falou. E também não viu nem ouviu (ou então não falou de) muitos outros riscos que pagaremos em devido tempo (por exemplo, somos agora todos donos de mais um banco, não se nota?). O Mario deles também não viu o Monte dei Paschi di Siena, uma coisinha em que o Estado italiano enterrou agora mais ou menos 4 mil milhões de euros (apenas o tamanho da nossa “refundação”). Encontram-se hoje os dois no topo da pirâmide para salvar o euro (um é presidente do BCE, o outro é vice-presidente). Estamos em boas mãos.

Advertisements


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s