What a Mas

Depois das eleições catalãs de ontem, a Convergència i Unió continua o grande partido autonomista-independentista, mas menos (com menos 12 deputados para o parlament). A chamada “deriva nacionalista” da CiU legitimou os verdadeiros independentistas, a Esquerra Republicana de Catalunya, cujo resultado foi histórico, passando a segundo partido mais votado e mais do que duplicando o número de deputados. O estreito caminho médio entre a autonomia e a independência que a CiU sempre percorreu tornou-se ainda mais estreito. Artur Mas abriu a porta à reivindicação verdadeiramente nacionalista e ela entrou-lhe bem dentro pela porta. Para governar, Mas tem agora de escolher: ou a ERC ou o derrotado mas espanholista PSOE local (o Partit dels Socialists de Catalunya). A ERC grita-lhe que continue a via da independência e que pare a austeridade. Não é só lá que as duas coisas andam ligadas. Escolher o PSC é recusar o referendo à independência, mas destruir a CiU. Escolher a ERC é seguir a independência. Como dizia o outro, the best is yet to come.

Advertisements


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s