O rentismo em acção

Recebo uma carta do banco que em duas linhas me diz que a taxa de juro cobrada no empréstimo à habitação vai ser agora consolidada numa taxa fixa (a actual), sem que eu tenha pedido nada. A carta diz ainda que se eu quiser mantê-la variável devo contactar o banco. Ou seja, o banco muda unilateralmente as condições do contrato e obriga-me a fazer um esforço adicional para manter as condições inicialmente acordadas (e mesmo assim deverão existir  armadilhas pelo caminho: ainda não fui lá esclarecer o caso). A razão da mudança (não confessada pelo banco) é a descida da euribor, que está a chegar quase a 0%. Há uns anos, quando andava pelos 5% e mais, tentei eu próprio fazer o mesmo negociando com o banco. Que não, que era impossível. Ou então que sim, mas só com uma taxa “ajustada muito para cima”. Numa palavra: estamos perante uma qualidade de serviço digna das piores repartições públicas. Mais: uma qualidade de serviço digna das repartições de finanças, onde impera o paga e cala.

É por isso que Fernando Ulrich pode dizer que “os bancos estão bem, obrigado”. Porque, na verdade, Ulrich e os restantes gestores bancários portugueses não passam de funcionários públicos de luxo, que não correm o risco da falência nem do despedimento. Assim que alguma dessas ameaças espreita, logo o Estado os vem amparar. No caso do BPI são já, pelo menos directamente (ou seja, excluindo as ajudas indirectas, particularmente através do BCE), 1.5 mil milhões de euros (quase 1% do PIB só para um banco). Do alto desta certeza de cobrador de impostos também eu acharia que o país “aguenta” austeridade até ao tutano. O princípio é óbvio: a tua austeridade é a minha prosperidade.



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s